27 de out de 2011

Projeto desenvolvido por grupo de engenheiros e alunos da universidade Federal do Paraná o "ecofusca" é uma realidade, e serve para provar que a demora no desenvolvimento e o custo dos carros elétricos é proposital e nada tem haver com falta de tecnologia ou dificuldades relacionadas a fabricação.

O “Thomas” esta em uso em londrina deixando os carros mais novos no chinelo principalmente no quesito poluição, e esse sistema pode ser adaptado para outros veículos.

Seu motor original de 1600 cc, refrigerado a ar, foi aposentado e trocado por um motor de corrente alternada de 15 cv nominal movido por 25 baterias.

Entre as vantagens podemos destacar: o custo do quilômetro rodado que é de dez centavos de real, não polui e é ultra silencioso.

Esperamos que em breve esse carro seja apenas mais um dos modelos eletricos existentes no país. 


1 comentários:

lucasmoreira disse...

Uma equipe de pesquisa fez com um fusca, essa equipe deve ser exatamente o que falta para a FORD, FIAT, Wolks, etc. Por que parece que dinheiro não pode ser desculpa né? rs

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Youtube